Brasil já perdeu US$ 3,3 milhões com ciberataques em 2015 | Guia de Indaia
GUIA COMERCIAL

Internet

Se a internet já era um campo vasto para ataques de cibercriminosos quando tínhamos apenas computadores de mesa e notebooks, esse espectro cresceu com os smartphones e tablets. Agora com o vindouro crescimento da chamada "internet das coisas" -roupas, móveis e outros objetos do cotidiano ligados em rede- as chances de invasões serão ainda maiores e preocupantes. Atualmente, as empresas continuam sendo o principal alvo. Segundo relatório do Instituto Ponemon para a HP, em 2015 ocorreram mais de 1.900 ataques a 252 empresas de sete países: EUA, Reino Unido, Alemanha, Austrália, Japão, Rússia e Brasil. Isso levou a uma perda média anual de US$ 7,7 milhões. Só no Brasil, as perdas foram de US$ 3,3 milhões, deixando-o em quinto lugar dentre as sete nações pesquisadas. Os EUA foram os mais afetados, com prejuízo de US$ 15,42 milhões.

Notícias Recentes

Transito

Transito

Prefeitura instala semáforo no cruzamento das ruas Soldado João com Nagib Ibrahim

Esportes

Esportes

Tetracampeã brasileira de BMX, Priscilla Stevaux, leva título nos Jogos Abertos

Esportes

Esportes

Atleta de Indaiatuba é campeão no Mountain Bike XCO nos Jogos Abertos

Esportes

Esportes

Natação é vice-campeã no masculino e 3º no feminino nos Jogos Abertos

Pedágio

Pedágio

Prefeito reúne imprensa para esclarecer questão de isenção de pedágio

Prática de Pilotagem

Prática de Pilotagem

Mais um grupo de servidores recebe capacitação de Prática de Pilotagem na Honda