Brasil já perdeu US$ 3,3 milhões com ciberataques em 2015 | Guia de Indaia
GUIA COMERCIAL

Internet

Se a internet já era um campo vasto para ataques de cibercriminosos quando tínhamos apenas computadores de mesa e notebooks, esse espectro cresceu com os smartphones e tablets. Agora com o vindouro crescimento da chamada "internet das coisas" -roupas, móveis e outros objetos do cotidiano ligados em rede- as chances de invasões serão ainda maiores e preocupantes. Atualmente, as empresas continuam sendo o principal alvo. Segundo relatório do Instituto Ponemon para a HP, em 2015 ocorreram mais de 1.900 ataques a 252 empresas de sete países: EUA, Reino Unido, Alemanha, Austrália, Japão, Rússia e Brasil. Isso levou a uma perda média anual de US$ 7,7 milhões. Só no Brasil, as perdas foram de US$ 3,3 milhões, deixando-o em quinto lugar dentre as sete nações pesquisadas. Os EUA foram os mais afetados, com prejuízo de US$ 15,42 milhões.

Notícias Recentes

Saúde

Saúde

Indaiatuba alcança 70% de cobertura vacinal na Campanha Nacional contra a influenza

Cultura

Cultura

Profissionais da Secretaria de Cultura participam de eventos em São Paulo e Campinas

Saúde

Saúde

Projeto 100% Saúde estreou no Bem Viver com a participação de 181 pessoas

Esportes

Esportes

Nilson Gaspar entrega uniformes para alunos do projeto Centro de Formação de Taekwondo

Trânsito

Trânsito

Departamento Municipal de Trânsito faz alterações na direção de duas ruas

Transito

Transito

Prefeitura inicia trabalhos de revitalização da avenida Ário Barnabé