Prefeitura proporciona tratamento de equoterapia para pessoas com necessidades especiais | Guia de Indaia
GUIA COMERCIAL

Equoterapia

A Prefeitura de Indaiatuba em parceria com a Associação Estância Tordilha proporciona o atendimento gratuito de pessoas com necessidades especiais e vulnerabilidade social na prática de Equoterapia. O projeto, que foi iniciado em abril de 2015, atende atualmente 31 pessoas e mantém 14 na lista de espera. Os atendimentos são feitos às segundas-feiras das 8h às 17 e as terças-feiras das 8h às 12h no Rancho Império, Rua Norte,180, Recreio Campestre Internacional de Viracopos. O projeto da Estância Tordilha e Prefeitura de Indaiatuba visa promover e desenvolver a reabilitação das pessoas com necessidades especiais, buscando o aumento da capacidade e potencialidade física, psíquica, educativa e social. Tendo em vista a versatilidade e docilidade do cavalo que é utilizada como recurso terapêutico e como um instrumento de trabalho com movimentos rítmicos precisos e tridimensionais. As pessoas interessadas em praticar a terapia com cavalos devem procurar a coordenadora do projeto na Prefeitura, Soledad Cristina Orives, na Secretaria de Desenvolvimento e iniciar o processo de cadastro. A triagem é feita em parceria com a Secretaria da Família e do Bem Estar Social e Saúde; a Secretaria de Educação também é parceira no transporte das crianças. O candidato passa por avaliação socioeconômica e médica, afirmando estar apto para Equoterapia. Para quem deseja mais informações para participar do projeto ou apadrinhar uma das crianças, ligue para (19) 3834-9271 ou mande um e-mail para desenvolvimento02@indaiatuba.sp.gov.br. EQUOTERAPIA A Equoterapia é um método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar, nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas portadoras de necessidades especiais. Em um ambiente facilitador, a equipe mobiliza o praticante a desenvolver as capacidades adaptativas das funções orgânicas e de interação social, através de informações sensoriais. O cavalo é preparado antecipadamente pelo equitador, com os devidos materiais (manta ou sela, com ou sem estribo) dependendo do quadro clínico apresentado e assim definido pelas terapeutas.

Notícias Recentes

Legião da Boa Vontade

Legião da Boa Vontade

LBV entrega cestas de alimentos a milhares de famílias que sofrem com a seca no país

Saúde

Saúde

Doação de Sangue acontece neste sábado na Fiec

Centro Cultural

Centro Cultural

Secretaria de Obras faz reforma do Centro Cultural do Jardim Morada do Sol

Ponto Azul

Ponto Azul

Prefeitura divulga novo horário de funcionamento do shopping popular Ponto Azul

Residência Inclusiva

Residência Inclusiva

Prefeito emite ordem de serviço para início de construção da Residência Inclusiva

Saúde

Saúde

Campanha nacional de vacinação contra o sarampo e poliomielite será em agosto