Prefeitura inicia campanha nas redes sociais para incentivar adoção de animais | Guia de Indaia
GUIA COMERCIAL

Adoção de Animais

A Prefeitura de Indaiatuba lançou na semana passada uma campanha nas redes sociais com o objetivo de incentivar a adoção dos animais que estão no Centro de Reabilitação Animal e Zoonoses - CCZ. A campanha #adoteumamigaoidt foi idealizada pela Secretaria de Governo e o CCZ, em comemoração aos sete anos de atividades do Centro. Desde a inauguração, em abril de 2009, foram doados cerca de 1.900 animais. O logotipo da campanha é um coração vermelho com uma patinha branca no centro e também apresentará fotos dos animais do CCZ que estão esperando um novo lar. A proposta é sensibilizar as pessoas para optarem pela adoção. Atualmente, o Centro mantido pela Secretaria de Urbanismo e do Meio Ambiente e conta com 130 animais para adoção, sendo 100 cães e 30 gatos. Todos os animais são castrados e identificados por um chip. Este ano o CCZ doou 102 animais e realizou 1.672 castrações. Conforme informou o secretário de Urbanismo e do Meio Ambiente, José Carlos Selone, a cada ano o número de doações aumenta. Os balanços realizados pelo CCZ apontam que de 2009 a 2013 foram feitas cerca de 900 doações de animais, enquanto nos dois últimos anos, 2014 e 2015, foram registradas aproximadamente 880 doações. A média anual nos primeiros cinco anos ficou em torno de 180 animais doados, e nos dois últimos anos, de 440. "Isso mostra que as pessoas têm se sensibilizado mais com relação aos animais abandonados e, por isso, buscado mais as doações", justifica Selone. Quem tiver interesse em levar um novo amigo para casa, as visitas no CCZ podem ser feitas de segunda à sexta-feira, das 8h às 16h, e aos sábados, das 8h às 12h. Para a adoção é necessário apresentar o documento de Identidade (RG) e um comprovante de endereço, além de preencher uma ficha padrão. O processo é simples, mas a adoção exige responsabilidade. Para mais informações, o telefone do CCZ é (19) 3936-2782. Histórico O Centro de Reabilitação Animal e Zoonoses funciona desde abril de 2009 em um prédio localizado na rua Safira, 120, no Distrito Industrial. O serviço mantido pelo Urbanismo tem a proposta de recolher animais machucados que apresentam risco à população, filhotes abandonados e cadelas que estejam esperando filhotes, prestar os cuidados necessários e encaminhar os animais para novos lares. A preocupação da Administração Municipal na qualidade do serviço prestado resulta em melhorias constantes no Centro de Reabilitação Animal e Zoonoses espaço. A ampliação mais recente foi a construção de três novos gatis e um canil para filhotes em 2015. Os novos gatis têm espaço para banho de sol e uma área de proteção antifuga. Com a liberação do antigo espaço ocupado pelo gatil foi possível adaptá-lo para receber cães que passam por tratamento e ficam em recuperação. "Além de criarmos um espaço mais adequado para os gatos, ainda conseguiremos oferecer um novo espaço para o canil, que será voltado aos animais que estão em tratamento ou que passaram pela cirurgia de castração", informou o secretário. No final de 2014 o Centro já havia passado por uma grande reforma para ampliar o atendimento que é realizado no local. As novas instalações incluíram duas salas cirúrgicas para castração de cães e gatos, uma nova sala para pós-operatório e uma sala para esterilização de equipamentos. Em 2012 o prédio ganhou baias para animais em quarentena, novas baias para recreação e antiestresse, e construção de um espaço para recreação e banho de sol voltado aos filhotes.

Notícias Recentes

Prática de Pilotagem

Prática de Pilotagem

Mais um grupo de servidores recebe capacitação de Prática de Pilotagem na Honda

Catálogo das Indústrias 2019

Catálogo das Indústrias 2019

Prefeitura abre período de inscrições para o Catálogo das Indústrias 2019

Defesa Civil

Defesa Civil

Defesa Civil realiza capacitação de brigadistas em empresa no Distrito

Esportes

Esportes

Tornados Indaiatuba é bicampeão da Taça Tupi de Rugby

Esportes

Esportes

Equipe de futsal Sub-9 da ADI é campeã do Estadual Série Prata A1

Educação

Educação

Prêmio Professores do Brasil 2018