GUIA COMERCIAL

Dengue

A Secretaria de Saúde, por meio do Programa de Controle da Dengue, faz um alerta à população de Indaiatuba para a necessidade de intensificar os cuidados para prevenir a proliferação do Aedes Aegypti no Carnaval. As pessoas que têm viagem planejada devem ficar atentas para locais onde há concentração de número de casos de Dengue, Zika Vírus e Febre Chikungunya. A recomendação é que os foliões busquem informações com a Vigilância em Saúde do município de destino e adotem métodos de prevenção destas doenças. Entre eles, o uso de repelentes aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) de acordo com as instruções descritas no rótulo da embalagem, a eliminação de possíveis criadouros no local de hospedagem e também manter portas e janelas fechadas ou teladas, usar calça e camisa de manga comprida. Além da prevenção no deslocamento, o coordenador do Programa de Controle da Dengue, Ulysses Bernardinetti, atenta para os cuidados com a residência durante a ausência dos moradores. "A orientação é não deixar objetos que acumulem água na casa fechada, nem expostos à chuva". Outro alerta é direcionado aos moradores de imóveis com piscinas. Nesse caso, os inquilinos devem solicitar a parentes e pessoas de confiança que tratem a piscina com cloro semanalmente. Quem possui animais de estimação também precisa ter atenção redobrada. Caso não possa deixá-los aos cuidados de outro responsável, o tutor deve recorrer a alguém de confiança para visitas em dois períodos diários para alimentação e higienização dos recipientes e espaço dos animais. A água deve ser trocada diariamente e a vasilha deve ser lavada com o uso de uma bucha para limpeza. Aos moradores que ficarão em Indaiatuba durante o Carnaval, Ulysses reforça as orientações de verificar o imóvel duas vezes por semana e fazer a eliminação dos criadouros, manter as calhas limpas, tampar tonéis, caixas d'água e latas de lixo e não manter pratos sob vasos de plantas. No período que compreende os meses de fevereiro a maio é registrado o maior número de casos de Dengue durante o ano. As condições climáticas do Verão, com chuvas e altas temperaturas, junto ao deslocamento de pessoas nessa época são fatores que influenciam a alta do índice da doença. Os sintomas da dengue são febre, usualmente entre dois e sete dias, náuseas, vômitos, dor muscular, dores nas juntas articulares, dor de cabeça, dor atrás dos olhos e manchas vermelhas pelo corpo. Em caso de sintomas destas doenças durante a viagem ou no retorno, é necessário procurar uma Unidade de Saúde para atendimento e não tomar medicamentos sem orientação médica e informar ao profissional de saúde a localidade onde esteve nos últimos 14 dias.

Notícias Recentes

Passe Bolsa

Passe Bolsa

Formulário do Passe Bolsa já pode ser retirado na Prefeitura

Oficinas Culturais

Oficinas Culturais

Inscrições para as Oficinas Culturais gratuitas acontecem no dia 28 de janeiro

Cultura

Cultura

Cultura abre inscrições para os artistas locais participarem do 26º Maio Musical

Cras

Cras

Cras do Oliveira Camargo realiza programação de férias para as crianças

Crasjovem

Crasjovem

Prefeitura abre inscrições para adolescentes de 15 a 17 anos participarem do Crasjovem

Saúde

Saúde

Projeto 100% saúde ganhará o quarto polo de atividades em fevereiro de 2018