GUIA COMERCIAL

Esportes

O basquete, uma das 23 modalidades que as crianças de 06 a 17 anos podem praticar gratuitamente no Programa de Recreação, Iniciação e Aperfeiçoamento (Pria) da Secretaria Municipal de Esportes, mantém o coração dos pequenos saudável e ajuda a evitar ou mesmo combater a obesidade infantil. Sem contar a diversão, que é garantida. O esporte do "Dream Team" - como ficou conhecida a equipe norte-americana de basquete composta por estrelas como Michael Jordan e Magic Jordan - estimula ainda a convivência em grupo e, segundo a professora do Pria Edilaine Crisol, é fácil de aprender. "Qualquer pessoa pode praticar o basquete, é necessário apenas muita disposição e gosto para enfrentar desafios, pois é muito rico em detalhes", diz ela, que também fez carreira como atleta e hoje trabalha com a prática educacional da modalidade. "Exige ainda muita cumplicidade dos participantes e um espírito de equipe muito forte, valores que a criança vai levar para todas as áreas de sua vida", ressalta. Apesar de não ser tão popular no Brasil como o futebol, o basquete hoje é um dos esportes mais praticados no mundo, com cerca de 300 milhões de adeptos e mais de 170 países filiados à Federação Internacional de Basquete (FIBA), sua entidade máxima. Mas ainda é cercado de alguns mitos que, de acordo com Edilaine, precisam ser desfeitos. "O principal equívoco é dizer que o basquete é um esporte violento, especialmente para as meninas", fala a professora. "Existe sim um contato físico muito intenso, mas que é pautado por regras muito rigorosas. Por isso é importante que o profissional que vai ministrar a prática seja realmente capacitado, para coibir qualquer excesso. Costumo brincar dizendo que o basquete não é violento, as pessoas que jogam é que são, o cumprimento às regras evita isso". O Brasil tem seus ídolos no basquete, sendo o mais notório deles o jogador Oscar Schmidt, o "Mão Santa", que mesmo tendo encerrado a carreira em 1996 nas Olimpíadas de Atlanta, ainda permanece como maior pontuador do país. Schmidt, Hortênsia Marcari e Ubiratan Maciel são os únicos brasileiros indicados para o Hall da Fama do Basquete nos EUA. "Indaiatuba também formou vários atletas ao longo dos anos, entre eles a minha filha, Barbara Moreira Crisol, que já jogou nos Estados Unidos, e a Claudinha, que integrou a Seleção Brasileira e hoje está aposentada. Esperamos no Pria que estes exemplos possam inspirar cada vez mais crianças", destaca Edilaine, que conta como ela mesma foi influenciada no começo da carreira. "Em 1978 assisti a disputa do 3º lugar no campeonato mundial e o Brasil venceu a Itália por um ponto, em uma cesta do meio da quadra marcada pelo jogador Marcel, meu ídolo. Fiquei apaixonada e comecei a praticar o basquete", relata. As aulas de basquete no Pria são coordenadas pelos professores Edilaine e Ulisses Pecchio nos núcleos esportivos e horários abaixo. Ainda há vagas e os interessados podem procurar diretamente os professores no núcleo desejado para a inscrição. Centro Esportivo do Trabalhador (Av. Conceição, 1885 - Cidade Nova) - Prof. Edilaine Terças e quintas - Manhã: 08h15 às 09h05, 09h20 às 10h10 e 10h25 às 11h15. Tarde: 14h15 às 15h05, 15h20 às 16h10 e 16h25 às 17h15. Instituto Deco (Rua Pedro Virillo, 310 - Jardim Santiago) - Prof. Edilaine Quartas e sextas - Manhã: 08h15 às 09h05, 09h20 às 10h10 e 10h25 às 11h15. Parque Corolla (Rua Serafim Gilberto Candello, s/n - Jardim Morada do Sol) - Prof. Ulisses Terças e quintas - Manhã: 08h15 às 09h05, 09h20 às 10h10 e 10h25 às 11h15. Quartas e sextas - Tarde: 14h15 às 15h05, 15h20 às 16h10 e 16h25 às 17h15.

Notícias Recentes

Cata Bagulho

Cata Bagulho

Secretaria de Urbanismo divulga programação de 2018 da Operação Cata Bagulho

Transito

Transito

Prefeitura reformula semáforo no final da Marginal Direita do Parque Ecológico

Cultura

Cultura

Projeto da Cultura Auê no Ayê continua com as apresentações até 4 de março

Carnaval

Carnaval

Prefeitura promove Carnaval com atrações gratuitas no Parque e Praça Prudente

Saúde

Saúde

Prefeito solicita ao Estado reforço na imunização contra a Febre Amarela

Fiec

Fiec

Presidente do Inep prestigia a nova loja da Fiec no Polo Shopping Indaiatuba