GUIA COMERCIAL

Casarão Pau Preto

Após finalizar a restauração das paredes de taipa e a fundação do Casarão Pau Preto, as obras de restauro avançam em direção a Tulha. Feita entre o final do século XIX e começo do XX para beneficiamento de café, segundo o superintendente da Fundação Pró-Memória, Carlos Gustavo Nóbrega de Jesus, a Tulha já é outro exemplo de técnica construtiva presente no complexo histórico do Casarão. "A Alvenaria Inglesa como é conhecida esse tipo de edificação, acompanhou as tecnologias trazidas pela ferrovia, com alvenaria de tijolos aparentes de barro maciços e queimados, assentados por argamassa", completa. De acordo com Gustavo, a exemplo de que foi feito com a fundação e as reconstruções da Taipa essa fase da obra será custeada pela Prefeitura Municipal, que irá fornecer os materiais, e a Fundação Pró-Memória que ficará responsável por custear mão de obra especializada para o restauro. Ainda segundo o superintendente da Fundação Pró Memória, além de restaurar as partes afetadas pelo vazamento a obra vai adaptar o espaço para o funcionamento adequado para um anfiteatro, com porta anti-pânico, palco em uma altura correta e acessibilidade. "Fora isso vamos buscar resgatar parte da originalidade da Tulha que ao longo do tempo foi sendo descaracterizada, ao ponto de ter vitrôs, que agora serão substituídos por janelas de madeira", finaliza.

Notícias Recentes

Passe Bolsa

Passe Bolsa

Formulário do Passe Bolsa já pode ser retirado na Prefeitura

Oficinas Culturais

Oficinas Culturais

Inscrições para as Oficinas Culturais gratuitas acontecem no dia 28 de janeiro

Cultura

Cultura

Cultura abre inscrições para os artistas locais participarem do 26º Maio Musical

Cras

Cras

Cras do Oliveira Camargo realiza programação de férias para as crianças

Crasjovem

Crasjovem

Prefeitura abre inscrições para adolescentes de 15 a 17 anos participarem do Crasjovem

Saúde

Saúde

Projeto 100% saúde ganhará o quarto polo de atividades em fevereiro de 2018