Preparador físico é novo coordenador de esportes de quadra do projeto Esporte Cidadão | Guia de Indaia
GUIA COMERCIAL

Esportes

A equipe do projeto Esporte Cidadão ganhou mais um profissional especializado. O preparador físico Luiz Guilherme Bergamo acaba de se juntar ao time de coordenadores do programa de esporte educacional, que é implementado pela Secretaria Municipal de Esportes e oferece aulas gratuitas em 22 modalidades esportivas para mais de oito mil crianças de 6 a 17 anos em 20 núcleos espalhados pela cidade. Com mais de 15 anos de experiência e tendo trabalhado com times tradicionais do futebol brasileiro como Atlético Paranaense, Figueirense e Náutico, Bergamo assume o posto de coordenador de Esportes de Quadra. A contratação de especialistas tem como objetivo aumentar a qualidade e o alcance do projeto, e está sendo possível graças a uma público-privada, viabilizada pela Lei Federal de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte no início de 2014, com apoio das empresas Toyota e John Deere e administração da ONED (Organização Nacional das Entidades do Desporto). O Esporte Cidadão conta hoje com uma equipe multidisciplinar e mais de 50 professores certificados pela Unifesp. Formado em Educação Física pela PUC Campinas, com especialização em Fisiologia do Exercício na FMU, Bergamo é de Indaiatuba e conta que seu retorno à cidade natal se deu depois de viajar praticamente o Brasil todo atuando no futebol. "Foi uma opção de vida mesmo, eu me casei, nasceu minha primeira filha e tive a vontade de voltar. Ao mesmo tempo, surgiu a oportunidade de trabalhar no Esporte Cidadão. Como sempre estive ligado ao esporte de alta performance, chegar ao esporte educacional está sendo um novo desafio e estou extremamente motivado", diz o novo coordenador. Nas primeiras semanas em que desempenhou atividades junto aos professores, alunos e demais coordenadores, Bergamo observou a rica dinâmica que o caráter educacional do Esporte Cidadão proporciona, e que vai além dos benefícios da atividade física por si só. "Tenho vivido algo que nunca havia experimentado antes, que é o trabalho social, a massificação do esporte inserido na periferia. Nossos professores têm uma representação muito importante para os alunos. Eles conhecem as crianças, suas famílias e seus problemas. O meu trabalho é dar ferramentas aos professores para auxiliá-los nas dificuldades e no aprimoramento das aulas. Através do esporte é possível fazer intervenções junto às crianças, oferecendo noções de disciplina, respeito, saber se relacionar, saber ganhar e perder. Enfim, é possível desempenhar o papel do professor não só como educador, mas principalmente, como agente transformador", finaliza.

Notícias Recentes

26º Maio Musical

26º Maio Musical

Ainda dá tempo para trocar ingresso do show de Sá & Guarabyra no Maio Musical

Saúde

Saúde

Prefeitura promove capacitação para iniciar plano de reduzir gravidez na adolescência

Esportes

Esportes

Indaiatuba conquista 27 pódios na 2ª Copa Regional Ricardo Alves

Esportes

Esportes

Indaiatuba está nas semifinais da série ouro da Copa Record de Futsal

BPC Deficiente

BPC Deficiente

Beneficiários do BPC Deficiente devem se inscrever no Cadastro Único até dezembro de 2018

Funssol

Funssol

Funssol realiza bazar do Dia Mães de 3 a 11 de maio na Prefeitura