Programa Viver completa um ano e comemora com palestra da Dra Silvia Cazenave | Guia de Indaia
GUIA COMERCIAL

Programa Viver

O Programa Viver desenvolvido pela Prefeitura de Indaiatuba para o combate e prevenção ao uso de drogas comemora seu primeiro ano de existência. Para marcar a data na quarta-feira (6), às 19h, no auditório da Prefeitura, haverá a palestra "Prevenção do uso de substâncias psicoativas" com a doutora em toxicologia pela Universidade de São Paulo (USP), Silvia Cazenave. A palestra é destinada aos pais de alunos da rede pública e privada de ensino de Indaiatuba e também aberta ao público com entrada gratuita. O objetivo é abordar o assunto com a família e expor os riscos do uso de drogas. PROGRAMA VIVER O programa multidisciplinar é ao mesmo tempo simples, inovador e de grande eficácia, que organiza as iniciativas existentes na comunidade. As ações deixam de ser isoladas. Para toda essa coordenação foi criada a Central de Risco, composta por funcionários qualificados e um software de última geração. Assim que recebe a indicação de uma pessoa vulnerável, ela envia uma equipe treinada do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) para referenciar e acolher a família. Com todos os dados em mãos, os profissionais traçam um Plano de Atendimento específico levando em conta o local da residência e projetos existentes no banco de dados. Essa pessoa é convidada a participar desse Plano. Mensalmente ela é acompanhada para avaliação, revisão e alterações no programa, até seu desligamento ou necessidade de outras intervenções. O Programa Viver foi estruturado sobre cinco premissas básicas: proteger crianças e adolescentes que não estão envolvidos com as drogas; recuperar os iniciantes, que devem ser reintegrados à vida produtiva e saudável; trabalhar a drogatização considerando a necessidade de recuperar dependentes químicos como missão da sociedade; combater com ações permanentes e enérgicas o traficante e o fornecedor de entorpecentes. O sucesso do programa está diretamente vinculado à participação de toda a sociedade. A Central de Risco já pode ser acionada pelo número 3875-6600. O horário de funcionamento é das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. DRA SILVIA CAZENAVE Concluiu o doutorado em toxicologia pela universidade de São Paulo (USP) em 1999. Atualmente é perito criminal do laboratório de toxicologia forense do Instituto de Criminalística de Campinas, professor titular de toxicologia da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC). Publicou 17 artigos em periódicos especializados e 32 trabalhos em anais de eventos. Possui 10 capítulos de livros publicados. Possui 42 itens de produção técnica. Ministrou 106 palestras ou cursos na área. Participou de 21 eventos no Brasil. orientou trabalhos de iniciação cientifica nas áreas de farmácia, microbiologia e saúde coletiva. Recebeu 15 prêmios e/ou homenagens. Atua na área de farmacologia, com ênfase em toxicologia. Em suas atividades profissionais interagiu com 33 colaboradores em coautorias de trabalhos científicos.

Notícias Recentes

Saúde

Saúde

Ministério da Saúde lança serviço de combate à Fake News

Caminho da Luz

Caminho da Luz

Prefeitura inicia urbanização de área de lazer localizada no Caminho da Luz

Treinamento

Treinamento

Treinamento de Atendimento Pré-Hospitalar para Central de Ambulâncias é concluído

Coletivo Urbano

Coletivo Urbano

Linha 328 começa a operar nos finais de semana e feriados a partir do dia 1º de setembro

Esportes

Esportes

Prefeitura inicia construção de Half Pipe na Pista de Skate do Parque Ecológico

Legião da Boa Vontade

Legião da Boa Vontade

LBV entrega cestas de alimentos a milhares de famílias que sofrem com a seca no país