GUIA COMERCIAL

Equoterapia

O prefeito de Indaiatuba, Reinaldo Nogueira (PMDB), assinou na manhã de segunda-feira (29) o contrato com a Associação Estância Tordilha para o atendimento gratuito de crianças com necessidades especiais e carentes na prática de Equoterapia. Esteve presente no gabinete do prefeito o presidente da Associação, Guilherme Pereira Osorio; a administradora da Associação, Thais Perez e o secretário de Desenvolvimento, Renato Stochi. A Estância Tordilha foi inaugurada em março deste ano e desde então o atendimento às crianças com necessidades especiais e carentes é realizado no local. O contrato é vigente por 5 anos e cada praticante usufrui por 1 ano. Inicialmente o trabalho é desenvolvido com 10 crianças, mas a previsão é chegar em 50 usuários. O custeio de todas as crianças é apadrinhado. As pessoas interessadas em praticar a terapia com cavalos devem procurar a coordenadora do projeto na Prefeitura, Soledad Cristina Orives, na Secretaria de Desenvolvimento e iniciar o processo de cadastro. A triagem é feita em parceria com a Secretaria da Família e do Bem Estar Social e Saúde; a Secretaria de Educação também é parceira no transporte das crianças. O candidato passa por avaliação socioeconômica e médica, afirmando estar apto para Equoterapia. Para quem deseja mais informações para participar do projeto ou apadrinhar uma das crianças, ligue para (19) 3834-9271 ou mande um e-mail para desenvolvimento02@indaiatuba.sp.gov.br. Equoterapia A Equoterapia é um método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar, nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas portadoras de necessidades especiais. O projeto da Estância Tordilha e Prefeitura de Indaiatuba visa promover e desenvolver a reabilitação das pessoas com necessidades especiais, buscando o aumento da capacidade e potencialidade física, psíquica, educativa e social. Tendo em vista a versatilidade e docilidade do cavalo que é utilizada como recurso terapêutico e como um instrumento de trabalho com movimentos rítmicos precisos e tridimensionais. Em um ambiente facilitador, a equipe mobiliza o praticante a desenvolver as capacidades adaptativas das funções orgânicas e de interação social, através de informações sensoriais. O cavalo é preparado antecipadamente pelo equitador, com os devidos materiais (manta ou sela, com ou sem estribo) dependendo do quadro clínico apresentado e assim definido pelas terapeutas.

Notícias Recentes

26º Maio Musical

26º Maio Musical

Ainda dá tempo para trocar ingresso do show de Sá & Guarabyra no Maio Musical

Saúde

Saúde

Prefeitura promove capacitação para iniciar plano de reduzir gravidez na adolescência

Esportes

Esportes

Indaiatuba conquista 27 pódios na 2ª Copa Regional Ricardo Alves

Esportes

Esportes

Indaiatuba está nas semifinais da série ouro da Copa Record de Futsal

BPC Deficiente

BPC Deficiente

Beneficiários do BPC Deficiente devem se inscrever no Cadastro Único até dezembro de 2018

Funssol

Funssol

Funssol realiza bazar do Dia Mães de 3 a 11 de maio na Prefeitura